ORGÂNICOS E DESPERDÍCIO ALIMENTAR

Os objetivos específicos são realizar um projeto piloto baseado no design da ferramenta OnlineNetwork Tool em Lisboa, testar uma abordagem inovadora para lidar com alimentos. Um objetivo é identificar as quantidades e a diversidade de fontes e resíduos alimentares em Lisboa, para calcular todos os indicadores.

Outro objetivo é promover um relatório online regular aos cidadãos e stakeholders sobre os resultados e indicadores de progresso alcançados em Lisboa.

A realização de campanhas de informação e consciencialização dedicadas a diferentes grupos-alvo, a fim de desviar o desperdício de cozinha do resíduo misto e aumentar as taxas de reciclagem, é também um eixo de atuação.

Ambições FORCE

Lisboa criará uma ampla rede de stakeholders da cadeia de valor de alimentos (doadores, redistribuidores e beneficiários) e comprometer-los-á com o desafio do desperdício de alimentos e da rede on-line. Irá desenvolver e demonstrar os efeitos de uma ferramenta de que suporta a rede online e integra as duas atividades: prevenção de desperdício de alimentos e separação de fontes de biorresíduos. Além disso, Lisboa desenvolverá campanhas de redução de resíduos alimentares e separação de fontes (porta a porta e digital/online).

Copenhaga fará um levantamento de três tecnologias húmidas de triagem e recolherá bio-resíduos separados de uma área limitada de cerca de 200 domicílios em blocos de apartamentos. O objetivo é encontrar uma tecnologia que possa produzir um produto rico em nutrientes para ser usado pelos agricultores.

Hamburgo nvestigará as medidas que podem aumentar a participação dos cidadãos na separação de resíduos orgânicos no setor habitacional e, portanto, o volume disponível de resíduos orgânicos para os inquilinos. Uma variedade de equipamentos para a separação de resíduos biológicos e informações será oferecida aos arrendadores, inquilinos e proprietários para superar os obstáculos existentes, como a falta de espaço, o contexto social, etc.

Génova visa promover a prevenção de desperdício de alimentos na cidade, em colaboração com associações ambientais e de consumidores. A parceria irá explorar a possibilidade de adaptar a ferramenta de App/IT desenvolvida em Lisboa.

Parceiros na parceria líder em prevenção de resíduos alimentares e resíduos biológicos: