fbpx

Lean manufacturing é uma metodologia com o objetivo de minimizar o desperdício nos sistemas de produção, maximizando simultaneamente a produtividade. Alguns dos benefícios do lean manufacturing podem incluir tempos de entrega reduzidos, custos operacionais reduzidos e melhor qualidade do produto.

A lean manufacturing é uma prática que as organizações de vários campos podem incorporar. A abordagem é baseada no Sistema de Produção Toyota, e é usada não só pela mesma, mas por outras empresas como: Intel, John Deere e Nike. Empresas que usam o planeamento de recursos empresariais (ERP) também podem beneficiar do uso de um sistema de lean manufacturing.

Os pontos-chave do lean manufacturing são:

Qualidade total imediata – ir em busca do “zero defeito”, e deteção e solução dos problemas na sua origem;

Minimização do desperdício – eliminação de todas as atividades que não têm valor acrescentado e redes de segurança, otimização do uso dos recursos escassos (capital, pessoas e espaço).

Melhoria contínua – redução de custos, melhoria da qualidade, aumento da produtividade e partilha de informação;

Processos “pull” – os produtos são retirados pelo cliente final, e não empurrados para o fim da cadeia de produção;

Flexibilidade – produzir rapidamente diferentes lotes de grande variedade de produtos, sem comprometer a eficácia devido a volumes menores de produção;

Construção e manutenção de uma relação a longo prazo com os fornecedores, através de acordos para partilhar o risco, os custos e a informação.

Lean manufacturing é basicamente tudo o que diz respeito à obtenção de materiais corretos, no local correto, na quantidade correta, minimizando o desperdício, sendo flexível e aberto a mudanças.