fbpx

Quando pensamos em compras de supermercado com desperdício zero, provavelmente vêm à mente filas de nozes, sementes, grãos e até doces a granel. No entanto, embora este sistema facilite a redução de plástico, nem todos têm acesso ao mesmo. Se nenhuma loja na sua área oferece produtos a granel, há muitas outras maneiras de reduzir o desperdício ao fazer compras.

Aqui estão seis dicas sobre fazer compras de supermercado com desperdício zero:

1. Opte pelo metal, papel ou vidro

De acordo com a National Geographic, apenas 9% do plástico é realmente reciclado. Portanto, se tiver que comprar alimentos em embalagens, opte por metal, papel ou vidro em vez de plástico sempre que possível.

Na verdade, o aço tem a maior taxa de reciclagem do país, 88% em 2012. Por isso, se não tem acesso a sistemas de granel, optar por versões enlatadas de alimentos (como feijão) é uma opção bastante sustentável.

O papel também tem uma taxa de reciclagem decente, de 64,7%. Opte por marcas que usam embalagens de cartão ou papel.

A taxa de reciclagem do vidro é um pouco menor, de 32,5%. Embora alguns supermercados naturais ofereçam muitos produtos a granel, estes, felizmente, costumam ser embalados em vidro, mesmo em supermercados convencionais. Embora o vidro não tenha uma grande taxa de reciclagem, ainda é mais sustentável e mais facilmente reciclável do que o plástico.

2. Compre o maior recipiente possível

O maior recipiente possível, tem não só um valor financeiro melhor na maioria das vezes, como também requer menos packaging, o que significa que terá que reabastecer com menos frequência.

Para qualquer item com muito uso, procure o maior recipiente que a loja tiver. Por exemplo, líquidos como sabão em pó, sabonete, vinagre e óleo geralmente vêm em garrafas enormes que pode usar para encher um recipiente menor. Além disso, quando se trata de alimentos secos básicos (por exemplo, aveia, arroz e nozes), comprar o maior saco disponível terá o mesmo efeito.

3. Reaproveite as embalagens

Para alguns, frascos de húmus, de molho e caixas de cereais são lixo (ou, felizmente, pelo menos reciclagem). Mas, embora a embalagem de alimentos geralmente seja projetada para uso único, não há razão para que não possa ser reutilizada.

Guarde recipientes de plástico para guardar pequenos itens ou para embalar sobras. Não deite fora os sacos de plásticos que antes eram embalagens para batatas fritas, arroz ou frutas congeladas – em vez disso, reaproveite-os como forros para caixotes de lixo pequenos.

4. Deixe os seus produtos soltos

Em alguns supermercados, muitos dos produtos são embalados em plástico; embora estejam a trabalhar para mudar isso, é um processo demorado. Enquanto isso, compre o máximo possível de produtos soltos.

Sacos de plástico descartáveis são desnecessários, considerando o facto de que vai lavar os produtos quando chegar em casa. Deixe suas frutas e vegetais respirarem mesmo no carrinho de compras. Para produtos menores (como cogumelos ou feijão verde), opte por sacos reutilizáveis.

5. Faça compras localmente

Se a seção de frutas e legumes do seu supermercado de escolha for um mar de plástico, existem outras maneiras de diminuir o impacto ecológico. Por exemplo, compre alimentos cultivados mais perto de casa, pois o trajeto entre a horta e o armazém é mais curto.

6. Compre mais alimentos vegan

Um estudo de 2018 descobriu que a melhor maneira de reduzir o impacto ambiental é implementando uma dieta vegan. Se ainda não está pronto para fazer a troca completa, considere fazer algumas trocas simples: produtos de origem animal como leite de vaca, manteiga, queijo e carne são geralmente embalados em plástico; então, em vez disso, tente substituí-los por versões vegans, como leite vegetal, manteiga vegan, queijo vegan e alternativas à carne.